SINDROME INTESTINO IRRITAVEL

O QUE É SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL??

QUAL MÉDICO TRATA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL?

O QUE CAUSA A SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL?

QUAIS OS SINTOMAS?

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

EXISTE TRATAMENTO?

PROGNÓSTICO

O QUE É SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL?

 

A síndrome do intestino irritável é uma doença de causa ainda desconhecida, caracterizada por desconforto ou dor abdominal recorrente e alterações na frequência de evacuação e/ ou consistência das fezes.

QUAL MÉDICO TRATA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL?

O especialista para tratamento da síndrome do intestino irritável é o gastroenterologista, por se tratar de uma doença que acomete o aparelho digestivo. Mas o tratamento pode ser feito por outras especialidades também, como é o caso da Homeopatia.

A Homeopatia, por ser uma especialidade com um enfoque holístico, integrativo, é um método seguro e eficaz no tratamento da síndrome do intestino irritável e diversas doenças, buscando sempre individualizar o tratamento – afinal cada organismo é único e possui características e sensibilidades próprias.

Atualmente muitas pessoas optam pelo tratamento homeopático, obtendo resultados significativos no controle da síndrome do intestino irritável, mesmo que associado ao tratamento convencional, alopático, quando necessário.

O QUE CAUSA A SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL?

Sua etiologia ainda não é clara, mas sabemos que fatores emocionais, dietéticos ou farmacológicos podem precipitar ou agravar os sintomas gastrointestinais. Atualmente é mais compreendida como uma interação entre fatores fisiológicos e psicossociais.

Entre os fatores fisiológicos, destacam-se o aumento da sensibilidade intestinal (dores ou desconforto abdominal) e alterações da motilidade intestinal (diarréia ou constipação).

Já os fatores psicossociais são representados por ansiedade, depressão ou alterações do sono. Alguns pacientes expressam conflitos emocionais como uma queixa gastrointestinal (geralmente dor abdominal).

Apesar do estresse e conflitos emocionais nem sempre coincidirem com o início e recorrência dos sintomas, os fatores psicossociais podem afetar o prognóstico na síndrome do intestino irritável e seu manejo é fundamental.

QUAIS OS SINTOMAS?

 

As crises são frequentemente desencadeadas por alimentos ou por estresse, piorando os sintomas que já aparecem em períodos irregulares. 

Os pacientes apresentam desconforto abdominal constante ou em cólicas, relacionados com a evacuação e associados a alterações na frequência e consistência das evacuações (diarreia ou constipação).

Não é incomum ocorrerem sintomas relacionados à evacuação (como urgência ou sensação de evacuação incompleta), eliminação de muco ou gases e distensão abdominal.

Devido aos fatores psicossociais, queixas como fadiga, fibromialgia, distúrbios do sono, cefaleia crônica são comuns de estarem presentes.

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

O diagnóstico da síndrome do intestino irritável é clínico e baseia-se na presença de dor abdominal ao menos um dia por semana nos últimos 3 meses, juntamente com pelo menos dois dos sintomas abaixo:

  • Dor relacionada à evacuação.
  • Dor associada a alteração na frequência de defecação.
  • Dor associada a mudança na consistência das fezes.

Os exames laboratoriais e de imagem tem o objetivo de descartar outras doenças.

Igualmente importantes são o estado emocional geral do paciente, sua interpretação pessoal sobre os problemas e a qualidade de vida. A qualidade da interação entre médico e paciente é a chave para o diagnóstico e a eficácia do tratamento.

EXISTE TRATAMENTO?

Sim, através do manejo dietético e tratamento farmacológico, direcionados aos sintomas principais dependendo se há predomínio de constipação ou diarréia.

Os antidepressivos podem ajudar a aliviar os sintomas e às vezes são usados para pacientes com ansiedade ou transtorno afetivo, mas muitas vezes sem um benefício significativo, além de poderem agravar a diarréia.

O medicamento homeopático se destaca por ser natural, em geral menos agressivo e com menos efeitos colaterais, uma vez que age reorganizando energeticamente o organismo como um todo.

Desse modo, é possível conseguir um bom controle da síndrome do intestino irritável, reduzindo a intensidade e frequência das crises, pois além de aliviar os sintomas digestivos, costuma ser muito  eficaz no tratamento de questões emocionais.

PROGNÓSTICO

Em muitos casos é possível que os sintomas persistam, mas sem evoluir com piora. Em menor proporção os sintomas diminuem e mais raramente desaparecem completamente.

Alguns fatores podem afetar negativamente o prognóstico, como estresse crônico presente ou distúrbios emocionais, história antiga de sintomas da síndrome do intestino irritável e dificuldade em aceitar ou lidar com os sintomas da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *